A culpa das mães modernas

Se antes trabalhar fora e perder parte do crescimento do filho em detrimento de uma carreira era o pior que uma mãe podia fazer, hoje novas culpas assolam as mães de primeira viagem

Postado dia 04/11/2015 às 12:55 por Joyce Silva

Adult business woman wearing a costume and supplied her newborn daughter in the office workplace, isolated against a white background.

A atriz Fernanda Machado é mãe do pequeno Lucca, de quatro meses. Como figura pública, tenta resguardar o filho e postar poucas imagens de seu puerpério. Porém, as que posta são todas incentivando o parto normal, a amamentação exclusiva e outras regras atuais da maternagem. Porém, mesmo sendo tão ativa e seguindo o rigor dos dias de hoje, foi duramente criticada. O motivo? Uma almofada.

Estudos mostram que protetores de berços, cobertores e travesseiros não são indicados para berços, sob o risco de sufocamento do bebê. Porém, e a decisão da mãe? E o gosto em ter um quarto bonito, um berço agradável. E o frio? Mães cuidam de seus bebês desde sempre. E, desde sempre, algumas decisões são combatidas pela sociedade. E duramente criticadas.

Sou mãe da Nina Morena, nove meses. Li e leio muito sobre as fases da gravidez, parto, crescimento e desenvolvimento do bebê, maternagem e assuntos afins. Fiz escolhas das quais me orgulho e outras que gostaria de ter pensado melhor sobre. Uma das maiores decisões que tomei até agora foi o parto. Escolhi a cesárea. Histórico familiar, perda de peso durante a gestação, grande peso da bebê. Diversos fatores me levaram a ter a Nina de forma cirúrgica. Muitos me perguntaram por que não o parto normal. Mas essa foi uma escolha que preferi ter sozinha. Meu marido me apoiou em minha decisão. Mas os críticos não. Estes desfilam estatísticas, dão apelidos (desnecesárea é o mais elegante). O mais engraçado é que nenhum deles, e menos ainda suas histórias, me fizeram mudar de ideia. Pelo contrário.

Quero mais um filho. E quero para logo. Adoro a ideia da Nina crescer com o irmão. E também de planejar a estrutura familiar, escolar e social dos dois juntos. De tantas decisões a tomar, uma já está mais que fechada. Meu parto será novamente uma cesárea. Independente do que falem, me dou o direito de escolha.

Compartilhar:

Sobre o Autor

avatar

Joyce Silva

Joyce Silva é Relações Públicas, atua como sócia da empresa Igba Conteúdo.

Obs: As postagens do autor são de plena responsabilidade do mesmo, o portal se isenta de qualquer conteúdo que possa ser ofensivo.

Veja mais posts deste autor

Leia também

Assine a nossa newsletter